É Notícia 222

Publicado em março 28th, 2017 | Por Mateus Dantas

0

Doença que atinge até 10% das grávidas pode levar ao óbito do feto; entenda

A doença que traz diversos riscos para o bem estar do bebê, que pode desenvolver hipoglicemia, malformação fetal e, nos casos mais graves, até falecer é o diabetes. Caracterizado pelo aumento dos níveis de glicose no sangue, o diabetes mellitus gestacional (DMG) é um mal que atinge cerca de 10% das grávidas no Brasil.

 

Diabetes gestacional e o risco de óbito
De acordo com o ginecologista Gilberto Nagahama, há um risco maior de óbitos fetais após a 32ª semana de gestação quando o diabetes da mulher não é controlado. Além do aumento dos níveis de glicose no sangue, o líquido amniótico que envolve o feto é outra preocupação. É que o excesso dele, causado pelo descontrole da glicemia, pode atrapalhar a respiração da mãe fazendo o útero aumentar e comprimir o diafragma.

 

O médico explica também que a malformação do feto geralmente acontece quando a mãe engravida numa fase em que a doença está no seu ápice. “A glicose materna passa pela placenta através de um mecanismo chamado difusão facilitada. Isso significa que essa overdose de glicose também será transmitida para o bebê se a gestante estiver hiperglicêmica”, afirma.

1476369394651-chuvas-passageiras

O sedentarismo e a consequente obesidade da gestante são dois fatores de risco que devem ser combatidos por todos, mas especialmente pelas grávidas, pois aumentam as chances de desenvolver o diabetes. Realizar os mais variados exames, antes e logo no início da gestação, também é fundamental.

 

Segundo o especialista, a mulher que pretende engravidar deve ter um controle rigoroso do DMG. “É importante lembrar que a doença é controlada com pré-natal consciente e tratamento eficaz. Além disso, orientação nutricional e atividades físicas são essenciais para controlar o diabetes”, completa.

 

Vix.com

marconipbnet


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ir para o topo ↑